Mostrando postagens com marcador LIVROS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador LIVROS. Mostrar todas as postagens

22 de nov de 2013

Nicolau Maquiavel livro em PDF

Nicolau Maquiavel livro em PDF


Biografia, obras, frases, idéias defendidas, vida política, teorias sobre o poder, sociologia
Nicolau Maquiavel: um dos grandes teóricos do Renascimento
IntroduçãoNicolau Maquiavel foi um importante historiador, diplomata, filósofo, estadista e político italiano da época do Renascimento. Nasceu na cidade italiana de Florença em 3 de maio de 1469 e morreu, na mesma cidade, em 21 de junho de 1527.

Vida e obras 
Filho de pais pobres, Maquiavel desde cedo se interessou pelos estudos. Aos sete anos de idade começou a aprender latim. Logo depois passou a estudar ábaco e língua grega antiga.
Aos 29 anos de idade, ingressou na vida política, exercendo o cargo de secretário da Segunda Chancelaria da República de Florença. Porém, com a restauração da família Médici ao poder, Maquiavel foi afastado da vida pública. Nesta época, passou a dedicar seu tempo e conhecimentos para a produção de obras de análise política e social.
Em 1513, escreveu sua obra mais importante e famosa “O Príncipe”. Nesta obra, Maquiavel aconselha os governantes como governar e manter o poder absoluto, mesmo que tenha que usar a força militar e fazer inimigos. Esta obra, que tentava resgatar o sentimento cívico do povo italiano, situava-se dentro do contexto do ideal de unificação italiana. 
Entre os anos de 1517 e 1520, escreveu “A arte da guerra”, um dos livros menos lidos do autor. 
Em 1520, Maquiavel foi indicado como o principal historiador de Florença.
Nos “Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio”, de 1513 a 1521, Maquiavel defende a forma de governo republicana com uma constituiçãomista, de acordo com o modelo da República de Roma Antiga. Defende também a necessidade de uma cultura política sem corrupção, pautada por princípios morais e éticos.
O termo “maquiavélico”
Em função das idéias defendidas no livro “O Príncipe”, o termo “maquiavélico” passou a ser usado para aquelas pessoas que praticam atos desleais (até mesmo violentos) para obter vantagens, manipulando as pessoas. Este termo é injustamento atribuído a Maquiavel, pois este sempre defendeu a ética na política.
Frases de Maquiavel

- "Os homens ofendem mais aos que amam do que aos que temem." 
- "O desejo de conquista é algo natural e comum; aqueles que obtêm sucesso na conquista são sempre louvados, e jamais censurados; os que não têm condições de conquistar, mas querem fazê-lo a qualquer custo, cometem um erro que merece ser recriminado." 
- "Nada faz o homem morrer tão contente quanto o recordar-se de que nunca ofendeu ninguém, mas, antes, ajudou a todos." 
- "Quem do prazer se priva e vive entre tormentos e fadigas, do mundo não conhece os enganos." 
- "Todos os profetas armados venceram, e os desarmados foram destruídos." 
- "A ambição é uma paixão tão forte no coração do ser humano, que, mesmo que galguemos as mais altas posições, nunca nos sentimos satisfeitos." 
- "Os homens quando não são forçados a lutar por necessidade, lutam por ambição." 
- "O homem que tenta ser bondoso todo tempo está fadado à ruína entre os inúmeros outros que não são bons." 
- "O homem esquece de forma mais fácil a morte do pai do que a perda do patrimônio". 

- "Na política, os aliados atuais são os inimigos de amanhã." 


7 de jan de 2011

SÃO CIPRIANO,LIVRO ONLINE

O PODEROSO LIVRO DE SÃO CIPRIANO

Os tesouros do feiticeiro com as suas magias, esconjuros, artes de advinhação, presságios, orações e preces para todas as circunstâncias
São Cipriano é uma das figuras mais polémicas do imaginário popular. Santificado por uns, é acusado por outros de ter vendido a sua alma ao diabo. Segundo as brumas da lenda, ter-se à versado na magia negra, arma do diabo, para o conseguir ludibriar. Daí ser hoje considerado o maior santo protector contra a magia negra.
Na realidade, nascido em Cartago em 200 d.C, S. Cipriano viria a tornar-se bispo dessa cidade. Entrando em conflito com o cristianismo oficial (apesar do Império romano ainda não ter adoptado o cristianismo como religião oficial, deixou de haver perseguições a partir de 251 d.C, tendo-se instituído o Papado), foi acusado de heresia (aliás, já nessa altura eram muitas as ‘heresias’ que foram vítimas da perseguição católica), tendo sido executado.
A polémica em torno de S. Cipriano deve-se também ao facto de, muitas vezes, ter prosseguido uma vida relativamente mundana, sem obedecer aos rigores monásticos.

Contudo, O Livro de S. Cipriano continua a ser um verdadeiro best-seller; se a sua autenticidade nunca foi totalmente confirmada, também nunca foi desmentida. Fica o exemplo de um homem que arriscou a própria vida para evitar que o Diabo continuasse a prejudicar a humanidade.

4 de abr de 2010

LIVRO PARA BAIXAR/1.000 livros para download

Agradecimentos AO Nosso amigo Alessandro Martins Que nsa proporcionou Esse Acervo amigo valeu Fantástico.
Quer ver mais visite ARTIGOS interessantes: Livros e afins

  1. A Divina Comédia -Dante Alighieri
  2. A Comédia dos Erros Shakespeare, William
  3. Poemas de Fernando Pessoa Fernando Pessoa-
  4. Dom Casmurro -Machado de Assis
  5. Cancioneiro Fernando Pessoa-
  6. Julieta Romeu e Shakespeare, William
  7. A Cartomante -Machado de Assis
  8. Mensagem Fernando Pessoa-
  9. A Carteira -Machado de Assis
  10. A Megera Domada Shakespeare, William
  11. A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca Shakespeare, William
  12. Sonho de Uma Noite de Verão Shakespeare, William
  13. O Eu Profundo E Os Outros Eus. Fernando Pessoa-
  14. Dom Casmurro -Machado de Assis
  15. Do Livro do Desassossego Fernando Pessoa-
  16. Poesias inéditas Fernando Pessoa-
  17. Bem Tudo Bem Termina QUANDO Shakespeare, William
  18. A Carta -Pero Vaz de Caminha
  19. A Igreja do Diabo -Machado de Assis
  20. Macbeth Shakespeare, William
  21. Este Mundo da injustiça globalizada José Saramago-
  22. A Tempestade Shakespeare, William
  23. O pastor amoroso Fernando Pessoa-
  24. A Cidade e Serras como -José Maria Eça de Queirós
  25. Livro do Desassossego Fernando Pessoa-
  26. A Carta de Pero Vaz de Caminha -Pero Vaz de Caminha
  27. O Guardador de rebanhos Fernando Pessoa-
  28. O Mercador de Veneza Shakespeare, William
  29. A Esfinge sem Segredo Oscar Wilde-
  30. Trabalhos de Amor Perdidos Shakespeare, William
  31. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
  32. A Mão e uma Luva -Machado de Assis
  33. Arte Poética -Aristóteles
  34. Conto de Inverno Shakespeare, William
  35. Otelo, O Mouro de Veneza Shakespeare, William
  36. Antônio e Cleópatra Shakespeare, William
  37. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
  38. A Metamorfose -Franz Kafka
  39. A Cartomante -Machado de Assis
  40. Rei Lear Shakespeare, William
  41. A Causa Secreta -Machado de Assis
  42. Poemas Traduzidos Fernando Pessoa-
  43. Muito Barulho Por Nada Shakespeare, William
  44. Júlio César Shakespeare, William
  45. Auto da Barca do Inferno Gil Vicente-
  46. Poemas de Álvaro de Campos Fernando Pessoa-
  47. Cancioneiro Fernando Pessoa-
  48. Catálogo de Autores Brasileiros com uma Obra em Domínio Público -Fundação Biblioteca Nacional
  49. A Ela -Machado de Assis
  50. O banqueiro Anarquista Fernando Pessoa-
  51. Dom Casmurro -Machado de Assis
  52. A Dama das Camélias Alexandre Dumas, Filho
  53. Poemas de Álvaro de Campos Fernando Pessoa-
  54. Adão e Eva -Machado de Assis
  55. A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
  56. A Chinela Turca -Machado de Assis
  57. Como Alegres Senhoras de Windsor Shakespeare, William
  58. Poemas selecionados Florbela Espanca-
  59. Como Vítimas-Algozes -Joaquim Manuel de Macedo
  60. Iracema -José de Alencar
  61. A Mão e uma Luva -Machado de Assis
  62. Ricardo III Shakespeare, William
  63. O Alienista -Machado de Assis
  64. Poemas Inconjuntos Fernando Pessoa-
  65. A Volta ao Mundo em 80 Dias Júlio Verne,
  66. A Carteira -Machado de Assis
  67. Primeiro Fausto Fernando Pessoa-
  68. Senhora -José de Alencar
  69. A Escrava Isaura Guimarães-Bernardo
  70. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
  71. A Mensageira das Violetas Florbela Espanca-
  72. Sonetos -Luís Vaz de Camões
  73. Eu e Outras Poesias Augusto dos Anjos
  74. Fausto -Johann Wolfgang von Goethe
  75. Iracema -José de Alencar
  76. Poemas de Ricardo Reis Fernando Pessoa-
  77. Os Maias -José Maria Eça de Queirós
  78. O Guarani -José de Alencar
  79. A Mulher de Preto -Machado de Assis
  80. A Desobediência Civil -Henry David Thoreau
  81. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
  82. A Pianista -Machado de Assis
  83. em Portuguese Poemas Fernando Pessoa-
  84. A Igreja do Diabo -Machado de Assis
  85. A Herança -Machado de Assis
  86. A chave -Machado de Assis
  87. Eu Augusto dos Anjos
  88. Como Primaveras -Casimiro de Abreu
  89. A Desejada das Gentes -Machado de Assis
  90. Poemas de Ricardo Reis Fernando Pessoa-
  91. Quincas Borba -Machado de Assis
  92. A Segunda Vida -Machado de Assis
  93. Os Sertões -Euclides da Cunha
  94. Poemas de Álvaro de Campos Fernando Pessoa-
  95. O Alienista -Machado de Assis
  96. Don Quixote. Vol. 1 -Miguel de Cervantes Saavedra
  97. Medida Medida Por Shakespeare, William
  98. Os Dois Cavalheiros de Verona Shakespeare, William
  99. A Alma do Lázaro -José de Alencar
  100. A Vida Eterna -Machado de Assis
  101. A Causa Secreta -Machado de Assis
  102. 14 de Julho na Roça Raul Pompéia,
  103. Divina Comedia -Dante Alighieri
  104. O Crime do Padre Amaro -José Maria de Eça de Queirós
  105. Coriolano Shakespeare, William
  106. Astúcias de Marido -Machado de Assis
  107. Senhora -José de Alencar
  108. Auto da Barca do Inferno Gil Vicente-
  109. Noite Taverna de NA -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  110. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
  111. A "Não-me-toques"! Azevedo, Artur
  112. Os Maias -José Maria de Eça de Queirós
  113. Obras Seletas -Rui Barbosa
  114. A Mão e uma Luva -Machado de Assis
  115. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
  116. Aurora sem Dia -Machado de Assis
  117. Édipo-Rei -Sófocles
  118. O Abolicionismo Joaquim Nabuco,
  119. Pai Contra Mãe -Machado de Assis
  120. O Cortiço -Aluísio de Azevedo
  121. Tito Andronico Shakespeare, William
  122. Adão e Eva -Machado de Assis
  123. Os Sertões -Euclides da Cunha
  124. Esaú e Jacó -Machado de Assis
  125. Don Quixote -Miguel de Cervantes
  126. Camões Joaquim Nabuco,
  127. Antes Que casos -Machado de Assis
  128. A Melhor das Noivas -Machado de Assis
  129. Livro de Mágoas Florbela Espanca-
  130. O Cortiço -Aluísio de Azevedo
  131. A reliquia -José Maria Eça de Queirós
  132. Helena -Machado de Assis
  133. Contos -José Maria Eça de Queirós
  134. A Sereníssima República -Machado de Assis
  135. Iliada -Homero
  136. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
  137. A Brasileira de Prazins -Camilo Castelo Branco
  138. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
  139. Sonetos e Outros Poemas -Manuel Maria de Barbosa du Bocage
  140. Ficções do Interlúdio: Além do Pará Outro oceano de Coelho Pacheco. Fernando Pessoa-
  141. Anedota Pecuniária -Machado de Assis
  142. A Carne -Júlio Ribeiro
  143. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
  144. Don Quijote -Miguel de Cervantes
  145. Uma Volta ao Mundo em Oitenta Dias Júlio Verne,
  146. A Semana -Machado de Assis
  147. A Viúva Sobral -Machado de Assis
  148. A Princesa de Babilônia -Voltaire
  149. O Navio Negreiro Alves-Antônio Frederico de Castro
  150. Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional Fundação Biblioteca Nacional,
  151. Papéis Avulsos -Machado de Assis
  152. Eterna Mágoa Augusto dos Anjos
  153. Cartas D'Amor -José Maria Eça de Queirós
  154. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
  155. Anedota do Cabriolet -Machado de Assis
  156. Canção do Exílio Antônio Gonçalves Dias-
  157. A Desejada das Gentes -Machado de Assis
  158. A Dama das Camélias Alexandre Dumas, Filho
  159. Don Quixote. Vol. 2 -Miguel de Cervantes Saavedra
  160. Almas Agradecidas -Machado de Assis
  161. Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino -José Maria Eça de Queirós
  162. Contos Fluminenses -Machado de Assis
  163. Odisséia -Homero
  164. Quincas Borba -Machado de Assis
  165. A Mulher de Preto -Machado de Assis
  166. Balas de Estalo -Machado de Assis
  167. A Senhora do Galvão -Machado de Assis
  168. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
  169. A Inglezinha Barcelos -Machado de Assis
  170. Capítulos de História Colonial de (1500-1800) -João Capistrano de Abreu
  171. Charneca EM FLOR Florbela Espanca-
  172. Cinco Minutos -José de Alencar
  173. Memórias de Sargento de Milícias UM -Manuel Antônio de Almeida
  174. Lucíola -José de Alencar
  175. A Azul parasita -Machado de Assis
  176. A Viuvinha -José de Alencar
  177. Utopia -Thomas Morus
  178. Missa do Galo -Machado de Assis
  179. Espumas Flutuantes Alves-Antônio Frederico de Castro
  180. História da Literatura Brasileira: Fatores Literatura Brasileira da Romero, Sílvio
  181. Aldeia Shakespeare, William
  182. A Ama-Seca Azevedo, Artur
  183. O Espelho -Machado de Assis
  184. Helena -Machado de Assis
  185. Como Academias de Sião -Machado de Assis
  186. A Carne -Júlio Ribeiro
  187. A Ilustre Casa de Ramires -José Maria Eça de Queirós
  188. Como e Por Que Sou Romancista -José de Alencar
  189. Antes da Missa -Machado de Assis
  190. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
  191. A Carta -Pero Vaz de Caminha
  192. Livro de Soror SAUDADE Florbela Espanca-
  193. A mulher pálida -Machado de Assis
  194. Americanas -Machado de Assis
  195. Cândido -Voltaire
  196. Viagens de Gulliver -Jonathan Swift
  197. El Arte de la Guerra -Sun Tzu
  198. Conto de Escola -Machado de Assis
  199. Redondilhas -Luís Vaz de Camões
  200. Iluminuras -Arthur Rimbaud
  201. Schopenhauer -Thomas Mann
  202. Carolina -Casimiro de Abreu
  203. A esfinge sem Segredo Oscar Wilde-
  204. Carta de Pero Vaz de Caminha. -Pero Vaz de Caminha
  205. Memorial de Aires -Machado de Assis
  206. Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
  207. A Receita ÚLTIMA -Machado de Assis
  208. 7 Canções Salomão Rovedo-
  209. Antologia -Antero de Quental
  210. O Alienista -Machado de Assis
  211. Outras Poesias de Augusto dos Anjos,
  212. Alma Inquieta Olavo Bilac-
  213. A Dança dos Ossos Guimarães-Bernardo
  214. A Semana -Machado de Assis
  215. Diário Íntimo -Afonso Henriques de Lima Barreto
  216. A Casadinha de Fresco Azevedo, Artur
  217. Esaú e Jacó -Machado de Assis
  218. Canções e Elegias -Luís Vaz de Camões
  219. História da Literatura Brasileira -José Veríssimo Dias de Matos
  220. A mágoa do Infeliz Cosme -Machado de Assis
  221. Seleção de Obras Poéticas -Gregório de Matos
  222. Contos de Lima Barreto -Afonso Henriques de Lima Barreto
  223. Farsa de Inês Pereira Gil Vicente-
  224. A Condessa Vésper -Aluísio de Azevedo
  225. Confissões de Uma Viúva -Machado de Assis
  226. Como Bodas de Luís Duarte -Machado de Assis
  227. LIVRO O D'ELE Florbela Espanca-
  228. O Navio Negreiro Alves-Antônio Frederico de Castro
  229. A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
  230. Lira dos Vinte Anos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  231. A Orgia dos Duendes Guimarães-Bernardo
  232. Kamasutra Vatsyayana-Mallanaga
  233. Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
  234. A Bela Madame Vargas -João do Rio
  235. Uma Estação no Inferno -Arthur Rimbaud
  236. Cinco Mulheres -Machado de Assis
  237. A Confissão de Lúcio -Mário de Sá-Carneiro
  238. O Cortiço -Aluísio Azevedo
  239. Restos Florbela Espanca-
  240. Minha Formação Joaquim Nabuco,
  241. A Conselho do Marido Azevedo, Artur
  242. Auto da Alma Gil Vicente-
  243. 345 De Azevedo, Artur
  244. O Dicionário -Machado de Assis
  245. Contos Gauchescos -João Simões Lopes Neto
  246. A idéia do Ezequiel Maia -Machado de Assis
  247. AMOR COM AMOR SE Paga Júnior França
  248. Cinco minutos -José de Alencar
  249. Lucíola -José de Alencar
  250. Aos Vinte Anos -Aluísio de Azevedo
  251. A Poesia Interminável -João da Cruz e Sousa
  252. A Revolução da Alegria -Ken Knab
  253. O Ateneu Raul Pompéia,
  254. O Homem Que Sabia Javanês e Outros Contos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  255. Ayres e Vergueiro -Machado de Assis
  256. A Campanha Abolicionista Carlos, José do Patrocínio
  257. Noite de Almirante -Machado de Assis
  258. O Sertanejo -José de Alencar
  259. A Conquista -Coelho Neto
  260. Casa Velha -Machado de Assis
  261. O Enfermeiro -Machado de Assis
  262. O Livro de Cesário Verde Cesário Verde-José Joaquim
  263. Casa de Pensão -Aluísio de Azevedo
  264. A Luneta Mágica -Joaquim Manuel de Macedo
  265. Poemas Safo-
  266. A Viuvinha -José de Alencar
  267. Coisas Que Só Eu Sei -Camilo Castelo Branco
  268. Contos Velhos n. Olavo Bilac-
  269. Ulysses -James Joyce
  270. 13 Oktobro 1582 -Luiz Ferreira Portella Filho
  271. Cícero -Plutarco
  272. Espumas Flutuantes Alves-Antônio Frederico de Castro
  273. Confissões de Uma Viúva Moça -Machado de Assis
  274. No Rio não Religiões -João do Rio
  275. Várias Histórias -Machado de Assis
  276. A Arrábida Vania Ribas Ulbricht-
  277. Bons Dias -Machado de Assis
  278. O Elixir da Longa Vida -Honoré de Balzac
  279. A Capital Federal Azevedo, Artur
  280. A Escrava Isaura Guimarães-Bernardo
  281. Como Caudinas Forças -Machado de Assis
  282. Coração, Cabeça e Estômago -Camilo Castelo Branco
  283. Balas de Estalo -Machado de Assis
  284. AS VIAGENS Olavo Bilac-
  285. Antigonas -Sófocles
  286. A Dívida Azevedo, Artur
  287. Sermão da Sexagésima -Pe. Antônio Vieira
  288. Uns Braços -Machado de Assis
  289. Ubirajara -José de Alencar
  290. Poética -Aristóteles
  291. Bom Crioulo Adolfo Ferreira Caminha-
  292. A Cruz Mutilada Vania Ribas Ulbricht-
  293. Antes da Rocha Tapéia -Machado de Assis
  294. Poemas irônicos, Venenosos e Sarcásticos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  295. Histórias da Meia-Noite -Machado de Assis
  296. Via Láctea- Olavo Bilac-
  297. O Mulato -Aluísio de Azevedo
  298. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
  299. Os Escravos Alves-Antônio Frederico de Castro
  300. A Pata da Gazela -José de Alencar
  301. BRAS, Bexiga E Barra Funda Machado-Alcântara
  302. Vozes d'África Alves-Antônio Frederico de Castro
  303. Memórias de Sargento de Milícias UM -Manuel Antônio de Almeida
  304. O Que É o Casamento? -José de Alencar
  305. A Harpa do Crente Vania Ribas Ulbricht-
  306. A Casa Fechada -Roberto Gomes Ribeiro
  307. Como Asas de Anjo UM (Comédia) -José de Alencar
  308. Béatrix -Honoré de Balzac
  309. Diva -José de Alencar
  310. A Melhor Amiga Azevedo, Artur
  311. A Confissão de Lúcio -Mário de Sá-Carneiro
  312. CONTOS Avulsos Machado-Alcântara
  313. Poemas humorísticos e irônicos -João da Cruz e Sousa
  314. Cantiga de Esponsais -Machado de Assis
  315. Quincas Borba -Machado de Assis
  316. Brincar com fogo -Machado de Assis
  317. Helena -Machado de Assis
  318. Dentro da Noite -João do Rio
  319. O Livro da Lei Aleister Crowley-
  320. Caramuru: poema épico do Descobrimento da Bahia -José de Santa Rita Durão
  321. Conto de Escola -Machado de Assis
  322. Memórias de Sargento de Milícias UM -Manuel Antônio de Almeida
  323. Poemas Malditos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  324. Ao Entardecer (contos Vários) Visconde de Taunay,
  325. Felicidade Pelo Casamento -Machado de Assis
  326. Noite Taverna de NA -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  327. Cartas Chilenas -Tomáz Antônio Gonzaga
  328. O Mulato -Aluísio de Azevedo
  329. Farsa do Velho da Horta Gil Vicente-
  330. Amor com Amor se Paga -Joaquim José da França Júnior
  331. Andar a Pé Henry-David Thoreau
  332. Arras Por Foro de Espanha (1371-1372) Vania Ribas Ulbricht-
  333. 20,000 Leagues Under the Sea -Jules Verne
  334. Mãe -José de Alencar
  335. Contos Fluminenses -Machado de Assis
  336. Amedeide: Eroico poema Chiabrera-Gabriello
  337. Caso da Vara -Machado de Assis
  338. Poemas -Alphonsus de Guimarães
  339. O Mundo Como This -Voltaire
  340. Elogio da Vaidade -Machado de Assis
  341. Decadencia de Dois Grandes Homens -Machado de Assis
  342. Um Homem Celebre -Machado de Assis
  343. A Marquesa de Santos Setúbal, Paulo
  344. Memorial de Aires -Machado de Assis
  345. Como Pupilas do Senhor Reitor Dinis, Júlio
  346. Conto Alexandrino -Machado de Assis
  347. A Almanjarra Azevedo, Artur
  348. Poesias dispersas -Machado de Assis
  349. Ser Infeliz -Franz Kafka
  350. Teoria do Medalhão -Machado de Assis
  351. Lendas e Narrativas (Tomo I) Vania Ribas Ulbricht-
  352. Viver! -Machado de Assis
  353. Sonetos -Luís Vaz de Camões
  354. A normalista Adolfo Ferreira Caminha-
  355. Crônicas -Afonso Henriques de Lima Barreto
  356. O Velho da Horta Gil Vicente-
  357. Divina Commedia di Dante -Dante Alighieri
  358. Carolina -Casimiro de Abreu
  359. Auto da Índia Gil Vicente-
  360. A Melhor Vingança Azevedo, Artur
  361. O Ingênuo -Voltaire
  362. A Pata da Gazela -José de Alencar
  363. O Demonio Familiar -José de Alencar
  364. Iaiá Garcia -Machado de Assis
  365. Camões Joaquim Nabuco,
  366. Cultura e Opulência do Brasil Por SUAS Drogas e Minas -Pe. André João Antonil
  367. O Mistério da Estrada de Sintra -José Maria Eça de Queirós
  368. Filosofia hum par de botas de -Machado de Assis
  369. O Gaúcho -José de Alencar
  370. Discurso Sobre a História da Literatura do Brasil-Manifesto Publicado NA Revista Nictheroy em 1836 -Machado de Assis
  371. Histórias e Tradições da Província de Minas Gerais Guimarães-Bernardo
  372. Tu, tão tu, puro amor -Machado de Assis
  373. Vida Urbana -Afonso Henriques de Lima Barreto
  374. Caramuru -José de Santa Rita Durão
  375. Como Cartas de Amabed -Voltaire
  376. Papéis Avulsos -Machado de Assis
  377. À Margem da História -Euclides da Cunha
  378. Uma Lágrima de Mulher -Aluísio de Azevedo
  379. Clara dos Anjos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  380. Aforismi, Novelle e profezie -Leonardo da Vinci
  381. Crisálidas -Machado de Assis
  382. Críticas Teatrais -Machado de Assis
  383. Mariana -Machado de Assis
  384. O Misterioso caso de Styles Agatha Christie-
  385. As Farpas (Fevereiro a maio 1878) -José Maria Eça de Queirós
  386. Correspondência de Machado de Assis -Machado de Assis
  387. O Mandarim -José Maria Eça de Queirós
  388. Cantigas de Santa Maria-I -Alfonso X, el Sabio
  389. O Moço Loiro -Joaquim Manuel de Macedo
  390. Em busca dos contos perdidos -Mariza B. T. Mendes
  391. Vênus! Vênus divina! -Machado de Assis
  392. O Ateneu Raul Pompéia,
  393. Eterno! -Machado de Assis
  394. Poesias Coligidas Alves-Antônio Frederico de Castro
  395. Encarnação -José de Alencar
  396. Algunos Poemas um Lesbia -Caio Valério Catulo
  397. Capítulo dos Chapéus -Machado de Assis
  398. O Caçador de Esmeraldas Olavo Bilac-
  399. A Luneta Mágica -Joaquim Manuel de Macedo
  400. O SEMINARISTA Guimarães, Bernado
  401. Ao Correr da Pena -José de Alencar
  402. A Retirada da Laguna Visconde de Taunay,
  403. Noite Taverna de NA -Alvarez Azevedo
  404. Deus Vania Ribas Ulbricht-
  405. Quinhentos Contos -Machado de Assis
  406. Carmina -Caio Valério Catulo
  407. Os Sertões -Euclides da Cunha
  408. Diva -José de Alencar
  409. Histórias e Sonhos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  410. O corpo feminino em debate -Maria Izilda Santos de Matos
  411. Madame Bovary Gustave Flaubert-
  412. Fernando e Fernanda -Machado de Assis
  413. Zadig ou O Destino -Voltaire
  414. Maximas, Pensamentos e Reflexões -Marquês de Maricá
  415. Momento Literário -João do Rio
  416. Poemas -Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Saturnio)
  417. Poesias colegiais Alves-Antônio Frederico de Castro
  418. História do Futuro, vol. Eu -Pe. Antônio Vieira
  419. A Margem José Leon Machado,
  420. ASTÚCIAS de namorada -M. Pinheiro Chagas
  421. Desencantos -Machado de Assis
  422. O Mulato -Aluísio Azevedo
  423. Metafísica das Rosas -Machado de Assis
  424. Tarde Olavo Bilac-
  425. O Uraguai -José Basílio da Gama
  426. A Doença do Fabrício Azevedo, Artur
  427. Lendas do Sul -João Simões Lopes Neto
  428. Cartas de Inglaterra -José Maria Eça de Queirós
  429. As Farpas Janeiro (1878) -José Maria Eça de Queirós
  430. A Aprender en las Haciendas -José Martí
  431. D. Benedita -Machado de Assis
  432. A reliquia -José Maria Eça de Queirós
  433. Pareceres de Machado de Assis -Machado de Assis
  434. Contrastes e confrontos -Euclides da Cunha
  435. A Carta de Mestre João Faras -Mestre João Faras
  436. O ANEDÓTICO BRASIL -Humberto de Campos
  437. Evolução -Machado de Assis
  438. A Moça Mais Bonita do Rio de Janeiro Azevedo, Artur
  439. Ondas e Outros Poemas esparsos -Euclides da Cunha
  440. Clara dos Anjos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  441. O Adversário Secreto Agatha Christie-
  442. O Dialeto CAIPIRA Amadeu Amaral-
  443. A Caixa Pearl Pastor, A
  444. Eurico, o Presbítero Vania Ribas Ulbricht-
  445. O Anel de Polícrates -Machado de Assis
  446. O Juiz de Paz da Roça -Luís Carlos Martins Pena
  447. A Pata da Gazela -José de Alencar
  448. Minha Formação Joaquim Nabuco,
  449. A normalista Adolfo Ferreira Caminha-
  450. Gargantua e Pantagruel, Complete. -Francois Rabelais
  451. Como Pupilas do Senhor Reitor Dinis, Júlio
  452. Conto A Dog's Mark Twain
  453. Uma Senhora -Machado de Assis
  454. 10.000 sonhos interpretados Miller Hindman-Gustavus
  455. Don Quixote -Miguel de Cervantes Saavedra
  456. Singularidades de Uma rapariga Loura -José Maria Eça de Queirós
  457. Las 7 Partidas -Alfonso X, el Sabio
  458. O Seminarista Guimarães-Bernardo
  459. A Tempestade Vania Ribas Ulbricht-
  460. Como solteiras Casadas -Luís Carlos Martins Pena
  461. A Falência -Júlia Lopes de Almeida
  462. Entre 1892 e 1894 -Machado de Assis
  463. A Morte do Lidador Vania Ribas Ulbricht-
  464. Camões: discurso pronunciado a 10 de junho de 1880 Por parte [sic] do Gabinete Português de Leitura Joaquim Nabuco,
  465. Memórias da Rua do Ouvidor -Joaquim Manoel de Macedo
  466. A Voz Vania Ribas Ulbricht-
  467. Capítulos de História Colonial -João Capistrano de Abreu
  468. À Margem da História -Euclides da Cunha
  469. O Homem dos Quarenta Escudos -Voltaire
  470. Camões: o poeta lírico: endereço em Vasar College de abril de 1909 Joaquim Nabuco,
  471. Poema da Virgem -Pe. José de Anchieta
  472. A Filosofia do Mendes Azevedo, Artur
  473. Profissão DE FÉ Olavo Bilac-
  474. Wuthering Heights Emily Brontë,
  475. Como Mulheres de Mantilha -Joaquim Manuel de Macedo
  476. Último Capítulo -Machado de Assis
  477. D. Paula -Machado de Assis
  478. O Noviço -Luís Carlos Martins Pena
  479. Inocência Visconde de Taunay,
  480. Marília de Dirceu -Tomáz Antônio Gonzaga
  481. Las profecias de Nostradamus Nostradamus-Michel
  482. Crimen y Castigo Fyodor Dostoyevsky-
  483. Auto da Alma Gil Vicente-
  484. A Christmas Carol -Charles Dickens
  485. Os Sonhos d'Ouro -José de Alencar
  486. O MONSTRO E OUTROS CONTOS -Humberto de Campos
  487. O anjo Rafael -Machado de Assis
  488. Marília de Dirceu -Tomáz Antônio Gonzaga
  489. Casada e Viúva -Machado de Assis
  490. Catálogo da Exposição comemorativa do Centenário IV -Fundação Biblioteca Nacional
  491. Lição de Botânica -Machado de Assis
  492. Crônica do Viver Baiano seiscentista - Os Homens Bons -Gregório de Matos
  493. Dispersão -Mário de Sá-Carneiro
  494. Romance de Uma Velha -Joaquim Manuel de Macedo
  495. Amante Liberal -Miguel de Cervantes
  496. Marcha fúnebre -Machado de Assis
  497. Casa, nao casa -Machado de Assis
  498. El Conde de Montecristo Alexandre Dumas-
  499. Ubirajara -José de Alencar
  500. Broquéis -João da Cruz e Sousa
  501. A Mortalha de Alzira -Aluísio de Azevedo
  502. História de Uma Lágrima -Machado de Assis
  503. O Homem Que Sabia Javanês -Afonso Henriques de Lima Barreto
  504. I-Juca Pirama- Antônio Gonçalves Dias-
  505. Curta história -Machado de Assis
  506. Histórias sem Data -Machado de Assis
  507. Como se inventaram OS almanaques -Machado de Assis
  508. Madame Bovary Gustave Flaubert-
  509. I-Juca Pirama- Antônio Gonçalves Dias-
  510. Papéis Velhos -Machado de Assis
  511. Crônicas de Londres -José Maria Eça de Queirós
  512. Ensaio sobre Histórico de Letras no Brasil -Francisco Adolfo de Varnhagen
  513. Poemas de Fagundes Varela -Luís Nicolau Fagundes Varela
  514. Os Dois Amores -Joaquim Manuel de Macedo
  515. Coisas Que Só Eu Sei -Camilo Castelo Branco
  516. O Livro de Uma Sogra -Aluísio de Azevedo
  517. Les Fleurs du Mal Charles Baudelaire
  518. Encarnação -José de Alencar
  519. O Cemitério dos Vivos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  520. Prosas Bárbaras -José Maria Eça de Queirós
  521. A SERPENTE DE BRONZE -Humberto de Campos
  522. O Navio Negreiro Alves-Antônio Frederico de Castro
  523. O Relógio de Ouro -Machado de Assis
  524. A Polêmica Azevedo, Artur
  525. Algunas Poesías -Johann Wolfgang von Goethe
  526. A Pele do Lobo Azevedo, Artur
  527. A Orgia dos Duendes Guimarães-Bernardo
  528. Los Miserables Hugo, Victor
  529. Contos Fora de Moda Azevedo, Artur
  530. O Bobo Vania Ribas Ulbricht-
  531. Auto da Feira Gil Vicente-
  532. O Cemitério dos Vivos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  533. Divina Commedia di Dante Inferno: -Dante Alighieri
  534. Os Brilhantes do Brasileiro -Camilo Castelo Branco
  535. La Ilíada -Homero
  536. Duas Juízas -Machado de Assis
  537. Os Bruzundangas -Afonso Henriques de Lima Barreto
  538. Les Miserables Hugo, Victor
  539. Caráter Ralph Waldo Emerson-
  540. Lira dos Vinte Anos -Alvarez Azevedo
  541. A Capital Federal Azevedo, Artur
  542. Uma Jóia Azevedo, Artur
  543. Diana -Machado de Assis
  544. Prólogos Interessantíssimos Vários autores,
  545. Micrômegas -Voltaire
  546. A Ritinha Azevedo, Artur
  547. Casa de Pensão -Aluísio Azevedo
  548. Longe dos Olhos -Machado de Assis
  549. O Rio de Janeiro em 1877 Azevedo, Artur
  550. Verso Reverso e -José de Alencar
  551. O Que É o Casamento? -José de Alencar
  552. Os Timbiras Antônio Gonçalves Dias-
  553. Fulano -Machado de Assis
  554. Esaú e Jacó -Machado de Assis
  555. Mateus e Mateusa -Qorpo Santo
  556. Germinal Zola, Émile
  557. Auto da Festa de São Lourenço -Pe. José de Anchieta
  558. Minha Formação Joaquim Nabuco,
  559. Casa Velha -Machado de Assis
  560. O Judas em Sábado de Aleluia -Luís Carlos Martins Pena
  561. Sonho de uma Noite de Verão Shakespeare, William
  562. Quem Casa, Quer Casa -Luís Carlos Martins Pena
  563. De Bello Gallico Júlio César,
  564. Contos -José Maria Eça de Queirós
  565. Cantiga velha -Machado de Assis
  566. Casa de Pensão -Aluísio de Azevedo
  567. Filmer -H.G. Wells
  568. Poesia Litigiosa Alves-Antônio Frederico de Castro
  569. El Retrato de Dorian Gray Oscar Wilde-
  570. Canções e Elegias -Luís Vaz de Camões
  571. Canto da Solidão Guimarães-Bernardo
  572. Poemas Escolhidos -Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Saturnio)
  573. A Carne -Júlio Ribeiro
  574. Carta de hum Defunto Rico -Afonso Henriques de Lima Barreto
  575. Quem Faz Cama Boa ... -Machado de Assis
  576. Uma Praga Rogada NAS Escadarias da Forca -Camilo Castelo Branco
  577. Gato Negro Edgar Allan Poe-
  578. Crônica do Viver Baiano seiscentista - A Nossa Sé da Bahia -Gregório de Matos
  579. Anna Karenina -León Tolstoi Nikolaievitch
  580. Hoje Avental, Amanhã Luva -Machado de Assis
  581. Hamlet, príncipe da Dinamarca Shakespeare, William
  582. A Nova Califórnia -Afonso Henriques de Lima Barreto
  583. Linha Reta e Linha Curva -Machado de Assis
  584. Lágrimas de Xerxes -Machado de Assis
  585. As Farpas (Janeiro um Fevereiro 1873) -José Maria Eça de Queirós
  586. Alma Inquieta Olavo Bilac-
  587. D. Mônica -Machado de Assis
  588. Demônios -Aluísio Azevedo
  589. Poesías -Antonio Machado
  590. Suje-Se, Gordo! -Machado de Assis
  591. Abel e Helena Azevedo, Artur
  592. Dracula Bram Stoker-
  593. A Viuvinha -José de Alencar
  594. A Intrusa -Júlia Valentina da Silveira Lopes de Almeida
  595. ASSOMBRAMENTO Afonso Arinos,
  596. Seleção de Obras Poéticas -Gregório de Matos
  597. Os Bruzundangas -Afonso Henriques de Lima Barreto
  598. Sun Tzu em A Arte da Guerra -Sun Tzu
  599. As Farpas (Junho a julho 1882) -José Maria Eça de Queirós
  600. A Marcelina Azevedo, Artur
  601. Aventuras de Robinson Crusoe Defoe, Daniel
  602. Segundos Cantos e Sextilhas de Frei Antão Antônio Gonçalves Dias-
  603. Lendas do Sul -João Simões Lopes Neto
  604. As Farpas Junho (1883) -José Maria Eça de Queirós
  605. O Empréstimo -Machado de Assis
  606. Cartas Familiares e Bilhetes de Paris -José Maria Eça de Queirós
  607. Viagens na Minha Terra -João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  608. Inocência Visconde de Taunay,
  609. A Filha de Maria Angu Azevedo, Artur
  610. A Nota de Cem Mil-réis Azevedo, Artur
  611. HOJE SOU UM; E AMANHÃ OUTRO -Qorpo Santo
  612. Manuscrito de hum Sacristão -Machado de Assis
  613. Otelo Shakespeare, William
  614. Cantigas de Santa María -Alfonso X, el Sabio
  615. PANÓPLIAS Olavo Bilac-
  616. Viver -Machado de Assis
  617. Sarças de Fogo Olavo Bilac-
  618. E LIVRO DAS DONAS DONZELAS -Júlia Lopes de Almeida
  619. Entre Santos -Machado de Assis
  620. As Farpas (Março a abril 1873) -José Maria Eça de Queirós
  621. Comes e Bebes Azevedo, Artur
  622. Um livro Emily Dickinson,
  623. Como Asas de Anjo UM (PECA) -José de Alencar
  624. Auto de Mofina Mendes Gil Vicente-
  625. A Conquista -Coelho Neto
  626. Trio em Lá Menor -Machado de Assis
  627. O Touro Branco -Voltaire
  628. Grãos de Mostarda -Humberto de Campos
  629. Sermão do Bom Ladrão (1655) -Pe. Antônio Vieira
  630. Sermão de Santo Antônio -Pe. Antônio Vieira
  631. De Profundis Oscar Wilde-
  632. OS Retirantes -José do Patrocínio
  633. Ernesto de Tal -Machado de Assis
  634. A Partida -Coelho Neto
  635. O Enfermeiro -Machado de Assis
  636. Idéias do Canário -Machado de Assis
  637. Inocência Visconde de Taunay,
  638. Quem Conta em Conto ... -Machado de Assis
  639. Cinco minutos -José de Alencar
  640. A Ilha da Maré -Manuel Botelho de Oliveira
  641. Sermão Maria I -, Rosa Mística -Pe. Antônio Vieira
  642. Seleção de Obras Poéticas II -Gregório de Matos
  643. História da Província de Santa Cruz, vulgarmente Que Chamamos Brasil -Pero de Magalhães Gandavo
  644. Aos Vinte Anos -Aluísio Azevedo
  645. Alves & Cia. Ltda. -José Maria Eça de Queirós
  646. O Bispo Negro Vania Ribas Ulbricht-
  647. Não Consultes Médico -Machado de Assis
  648. Primeiros Cantos Antônio Gonçalves Dias-
  649. Clepsidra Camilo Pessanha,
  650. Estórias de Jenni -Voltaire
  651. Farsa de Inês Auto OU Pereira Gil Vicente-
  652. Miss Dollar -Machado de Assis
  653. O Necronomicon Aleister Crowley-
  654. Memorial de Aires -Machado de Assis
  655. Faróis -João da Cruz e Sousa
  656. Uma Vitória e uma Piedade Vania Ribas Ulbricht-
  657. O Touro Negro -Aluísio Azevedo
  658. Til -José de Alencar
  659. Um Apólogo -Machado de Assis
  660. Na Academia Brasileira de Letras -Machado de Assis
  661. Missal -João da Cruz e Sousa
  662. Fábulas Jean de La Fontaine
  663. As Farpas (Outubro a novembro 1873) -José Maria Eça de Queirós
  664. Singular Ocorrência -Machado de Assis
  665. Queixa de um Amante Shakespeare, William
  666. Assim falava Zaratustra Friedrich Nietzsche
  667. O Velho Senado -Machado de Assis
  668. Triunfo da Morte Francesco Petrarca,
  669. Novos Cantos Antônio Gonçalves Dias-
  670. Identidade -Machado de Assis
  671. A Semana Santa Vania Ribas Ulbricht-
  672. I libri della famiglia Harris-Jason
  673. O Cemitério dos Vivos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  674. Eu sou a vida; Não sou eu uma morte -Qorpo Santo
  675. O Príncipe Maquiavel, Nicolau (Nicolau Maquiavel)
  676. O Mandarim -José Maria Eça de Queirós
  677. Falenas -Machado de Assis
  678. Como solteiras Casadas -Luís Carlos Martins Pena
  679. Clara dos Anjos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  680. Ressureição -Machado de Assis
  681. Madame Bovery Gustave Flaubert-
  682. O Garimpeiro Guimarães-Bernardo
  683. A Casinha de Fresco Azevedo, Artur
  684. Convivio -Dante Alighieri
  685. Macário -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  686. O Japão -Aluísio Azevedo
  687. Ultimos Sonetos -João da Cruz e Sousa
  688. Goivos e Camélias -Machado de Assis
  689. O Conde d'Abranhos -José Maria Eça de Queirós
  690. O Matuto Franklin Távora-
  691. Histórias e Sonhos -Afonso Henriques de Lima Barreto
  692. Macário -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
  693. O Cônego OU Metafísica do Estilo -Machado de Assis
  694. Conversão de Avaro UM -Machado de Assis
  695. Certa Entidade em Busca de Outra -Qorpo Santo
  696. Jóias da Coroa como Raul Pompéia,
  697. De Bello Gallico comentários e Outros -Caius Julius Caesar
  698. Logica -D. Andres Piquer
  699. Possível e Impossível -Machado de Assis
  700. Jogo do Bicho -Machado de Assis
  701. O Segredo de Augusta -Machado de Assis
  702. A Princesa dos Cajueiros Azevedo, Artur
  703. Contrastes e confrontos -Euclides da Cunha
  704. Singularidades de Uma rapariga Loura -José Maria Eça de Queirós
  705. Ex Cathedra -Machado de Assis
  706. Poesias Completas -Laurindo José da Silva Rabelo
  707. O Homem -Aluísio Azevedo
  708. Umas Férias -Machado de Assis
  709. Poesias Coligidas Alves-Antônio Frederico de Castro
  710. O Oráculo -Machado de Assis
  711. Dracula Bram Stocker-
  712. Ser ou não ser -Machado de Assis
  713. Rogério Duprat: Sonoridades multiplas Regiane Gauna-
  714. O Juiz de Paz da Roça -Luís Carlos Martins Pena
  715. A Origem do Mênstruo Guimarães-Bernardo
  716. Os deuses de casaca -Machado de Assis
  717. Luxo e Vaidade -Joaquim Manuel de Macedo
  718. Recordações do Escrivão Isaías Caminha -Afonso Henriques de Lima Barreto
  719. O Segredo do Bonzo -Machado de Assis
  720. El la Biblio Ludwik Zamenhof, Lejzer
  721. Crisálidas -Machado de Assis
  722. Luzia Homem- -Domingos Olímpio Braga Cavalcanti
  723. O Elixir do Pajé Guimarães-Bernardo
  724. Suspiros Poéticos e Saudades -Domingos Gonçalves de Magalhães
  725. Frei Simão -Machado de Assis
  726. Um Tratado da Cozinha Portuguesa do Século XV -Anônimo
  727. D. Pedro Vania Ribas Ulbricht-
  728. Por Anexins Amor Azevedo, Artur
  729. Cuentos de Amor, de Locura y de Muerte -Horacio Quiroga
  730. El Profeta Gibran Kalil Gibran-
  731. O Rei dos Caiporas -Machado de Assis
  732. Folhas Caídas -João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  733. O Garatuja -José de Alencar
  734. Cuentos y Fábulas -Marquês de Sade
  735. O Que São como Moças -Machado de Assis
  736. anônima Flor -Machado de Assis
  737. O Caçador de Esmeraldas Olavo Bilac-
  738. Les Miserables Hugo, Victor
  739. O País das Quimeras -Machado de Assis
  740. Diálogos das Grandezas do Brasil -Ambrósio Fernandes Brandão
  741. Edipo Rey -Sófocles
  742. O Único Assassinato de Cazuza -Afonso Henriques de Lima Barreto
  743. Fábulas de Esopo -Esopo
  744. Pride and Prejudice Jane Austen-
  745. As Farpas (Novenbro um Dezenbro 1882) -José Maria Eça de Queirós
  746. Como Asneiras do Guedes Azevedo, Artur
  747. A Retirada da Laguna Visconde de Taunay,
  748. O Contrato -Machado de Assis
  749. Banhos de Mar Azevedo, Artur
  750. Feitos de Mem de Sá -Pe. José de Anchieta
  751. Werther -Johann Wolfgang von Goethe
  752. A mulher de Anacleto -Afonso Henriques de Lima Barreto
  753. Os Irmãos das Almas -Luís Carlos Martins Pena
  754. O Ateneu Raul Pompéia,
  755. Galeria postuma -Machado de Assis
  756. Um Capitão de Voluntários -Machado de Assis
  757. Sermão de Santo Antônio -Pe. Antônio Vieira
  758. Páginas Críticas e Comemorativas -Machado de Assis
  759. Sermão do Mandato (1643) -Pe. Antônio Vieira
  760. Mattos, Malta Matta UO? -Aluísio de Azevedo
  761. Maria Cora -Machado de Assis
  762. A Maldita Parentela -Joaquim José da França Júnior
  763. Poemas irônicos, Venenosos e Sarcásticos -Alvarez Azevedo
  764. O Pai -Machado de Assis
  765. Numa e Ninfa um -Afonso Henriques de Lima Barreto
  766. Relíquias da Casa Velha -Machado de Assis
  767. Como Cerejas Azevedo, Artur
  768. História de Quinze Dias -Machado de Assis
  769. Quem Casa, Quer Casa -Luís Carlos Martins Pena
  770. O humor e um Ironia em Bernardo de Guimarães Guimarães-Bernardo
  771. Espumas Flutuantes Alves-Antônio Frederico de Castro
  772. Textos Críticos -Machado de Assis
  773. O Mambembe Azevedo, Artur
  774. Ultimos Sonetos -João da Cruz e Sousa
  775. Produções Satíricas e Bocageanas de Bernardo de Guimarães Guimarães-Bernardo
  776. Na Arca -Machado de Assis
  777. Um Que vendeu um Sua Alma -Afonso Henriques de Lima Barreto
  778. O Soldado Vania Ribas Ulbricht-
  779. Via Láctea- Olavo Bilac-
  780. Eneida -Publius Virgilius Maro
  781. O Protocolo -Machado de Assis
  782. Polêmicas e reflexões -Machado de Assis
  783. Marginália -Afonso Henriques de Lima Barreto
  784. Os Ouvidos do Conde de Chesterfield EO Capelão Goudman -Voltaire
  785. Mesmo Viagem à roda de Mim -Machado de Assis
  786. Casamiento Engañoso -Miguel de Cervantes
  787. O Rio de Janeiro - Verso e Reverso -José de Alencar
  788. Contos Velhos n. Olavo Bilac-
  789. Poemas -Luís Nicolau Fagundes Varela
  790. Un Marido Ideal Oscar Wilde-
  791. Entre Duas datas -Machado de Assis
  792. Assunto UM Conto n. Azevedo, Artur
  793. Cartas Chilenas -Tomáz Antônio Gonzaga
  794. Antônio Rodrigues, soldado, viajante e Jesuíta português Na América do Sul. No século XVI Rodrigues, Antônio
  795. O Retrato de Dorian Gray Oscar Wilde-
  796. La Vida es Sueño -Pedro Calderón de la Barca
  797. Encher tempo -Machado de Assis
  798. A Nova Califórnia -Afonso Henriques de Lima Barreto
  799. Auto da Índia Gil Vicente-
  800. O Missionário Portuguese-de Souza
  801. O Livro derradeiro -João da Cruz e Sousa
  802. Emma Jane Austen-
  803. O Noviço -Luís Carlos Martins Pena
  804. Sermão dos Bons Anos -Pe. Antônio Vieira
  805. O Lapso -Machado de Assis
  806. La Celestina -Fernando de Rojas
  807. Os Pobres -Raul Brandão
  808. Frankenstein Mary Shelley,
  809. Tratado da Terra do Brasil: História da Província Santa Cruz a quê vulgarmente Chamamos Brasil -Pero de Magalhães Gandavo
  810. Sermão da Quinta Dominga da Quaresma -Pe. Antônio Vieira
  811. Discurso Sobre a História da Literatura do Brasil -Visconde de Araguaia
  812. Os Ciúmes de Pedestre OU UM o terrível Capitão do Mato -Luís Carlos Martins Pena
  813. LARANJA-DA-CHINA Machado-Alcântara
  814. Historias de Fantasmas -Charles Dickens
  815. Tesouros perdidos Três -Machado de Assis
  816. Flores da Noite -Lycurgo José Henrique de Paiva
  817. Uma Campanha Alegre - Volume I -José Maria Eça de Queirós
  818. Tentação Adolfo Ferreira Caminha-
  819. O Livro de Cesário Verde Cesário Verde-José Joaquim
  820. História do Futuro, vol. II -Pe. Antônio Vieira
  821. O Último dia de poeta UM -Machado de Assis
  822. Primas de Sapucaia -Machado de Assis
  823. O Livro de Uma Sogra -Aluísio de Azevedo
  824. Páginas Recolhidas -Machado de Assis
  825. A Luta -Carmen Dolores
  826. O caminho da porta -Machado de Assis
  827. Como Maluquices do Imperador Setúbal, Paulo
  828. Alves & Cia. Ltda. -José Maria Eça de Queirós
  829. Mocidade e Morte Vania Ribas Ulbricht-
  830. Karl Marx -José Martí
  831. Os Dois ou O Maquinista Portuguese -Luís Carlos Martins Pena
  832. O Anjo Caído -João Batista da Silva Leitão de Almeida Garret
  833. Uma Águia sem asas -Machado de Assis
  834. O subterrâneos do Morro do Castelo -Afonso Henriques de Lima Barreto
  835. Crime e Castigo Fiodor Dostoievsky-
  836. Uma Visita de Alcebíades -Machado de Assis
  837. Recordações do Escrivão Isaías Caminha -Afonso Henriques de Lima Barreto
  838. A Viúva do Estanislau Azevedo, Artur
  839. O Esqueleto -Aluísio Azevedo
  840. Broquéis -João da Cruz e Sousa
  841. Beyond Good and Evil -Friedrich Wilhelm Nietzsche
  842. Alas Rotas Gibran Kalil Gibran-
  843. Um Apólogo -Machado de Assis
  844. O Diplomático -Machado de Assis
  845. Chico Azevedo, Artur
  846. Vila Rica -Cláudio Manuel da Costa (Glauceste Saturnio)
  847. Dívida Extinta -Machado de Assis
  848. Girândola de amores -Aluísio de Azevedo
  849. O imortal -Machado de Assis
  850. O Cancioneiro Português da Vaticana Braga-Teophilo
  851. A Viúva SIMÕES -Júlia Lopes de Almeida
  852. A Queda da Casa de Usher Edgar Allen Poe-
  853. A Nova Califórnia -Afonso Henriques de Lima Barreto
  854. O caminho de Damasco -Machado de Assis
  855. Antonica da Silva -Joaquim Manuel de Macedo
  856. A Origem do Mênstruo Guimarães-Bernardo
  857. Uma carta -Machado de Assis
  858. Decameron -Giovanni Boccaccio
  859. Amor e Pátria -Joaquim Manuel de Macedo
  860. NOVELA E CONTO Amadeu Amaral-
  861. O Retrato de Dorian Gray Oscar Wilde-
  862. História Comum -Machado de Assis
  863. Ponto de Vista -Machado de Assis
  864. Poemas de Raul de Leoni -Raul de Leoni
  865. Uma Jóia Azevedo, Artur
  866. Mitología Universal -Anônimo
  867. Um mau negócio Checkhov-Anton
  868. Tratado da Terra do Brasil -Pero de Magalhães Gandavo
  869. Catálogo da Exposição Cruz e Sousa, 100 anos de morte (1898-1998) -Fundação Biblioteca Nacional
  870. Faróis -João da Cruz e Sousa
  871. Uns Braços -Machado de Assis
  872. Um Cão de lata AO rabo -Machado de Assis
  873. Verba Testamentária -Machado de Assis
  874. O Namorador Ou a Noite de São João -Luís Carlos Martins Pena
  875. Um esqueleto -Machado de Assis
  876. Vidas Paralelas - Tomo I -Plutarco
  877. O Espírito Azevedo, Artur
  878. Como o Diabo como Arma! Azevedo, Artur
  879. Milagre do Natal -Afonso Henriques de Lima Barreto
  880. O Cabeleira Franklin Távora-
  881. Uma Lágrima de Mulher -Aluísio Azevedo
  882. Marginália -Afonso Henriques de Lima Barreto
  883. O Defeito de Família -Joaquim José da França Júnior
  884. Enrique IV Shakespeare, William
  885. Luzia Homem- -Domingos Olímpio Braga Cavalcanti
  886. A Luneta Mágica -Joaquim Manuel de Macedo
  887. Agudeza Gascona -Marquês de Sade
  888. Madame Bovary: moeurs de província Gustave Flaubert-
  889. Como Viagens Olavo Bilac-
  890. Carne Frita Boas-Gustavo Villas Farias
  891. Abel e Helena Azevedo, Artur
  892. A Child's History of England -Charles Dickens
  893. Alma Cabocla Setúbal, Paulo
  894. A Mortalha de Alzira -Aluísio de Azevedo
  895. Como Doutoras -Joaquim José da França Júnior
  896. O anjo das donzelas -Machado de Assis
  897. Bom - Crioulo Adolfo Ferreira Caminha-
  898. Como Gustéis Shakespeare, William
  899. David Copperfield -Charles Dickens
  900. Uma Tragédia no Amazonas Raul Pompéia,
  901. Por Anexins Amor Azevedo, Artur
  902. Pílades e Orestes -Machado de Assis
  903. Amor com Amor se Paga Júnior França
  904. Não consultes Médico -Machado de Assis
  905. Frankenstein Mary Shelley,
  906. O Pecado -Afonso Henriques de Lima Barreto
  907. Utopia -Thomas More
  908. O astrólogo -Machado de Assis
  909. Elefantes e Ursos Azevedo, Artur
  910. Morta Que Mata Azevedo, Artur
  911. VIOLETA Raul Pompéia,
  912. Crônica do Viver Baiano seiscentista - O Burgo -Gregório de Matos
  913. A Marquesa de Santos Setúbal, Paulo
  914. Vidros Quebrados -Machado de Assis
  915. Du côté de chez Swann Marcel Proust,
  916. Questão de Vaidade -Machado de Assis
  917. A Morte do Lidador Vania Ribas Ulbricht-
  918. A Filha de Maria Angu Azevedo, Artur
  919. Francisca -Machado de Assis
  920. La gitanilla -Miguel de Cervantes
  921. Contos Fora da Moda Azevedo, Artur
  922. Tropas e boiadas Hugo de Carvalho Ramos
  923. Remissão de Pecados -Joaquim Manuel de Macedo
  924. Bodas de Sangre -Federico Garcia Lorca
  925. Divina Commedia di Dante: Purgatorio -Dante Alighieri
  926. São Cristóvão -José Maria Eça de Queirós
  927. A Intrusa -Júlia Lopes de Almeida
  928. O caso da Viúva -Machado de Assis
  929. O cancioneiro portuguez da Vaticana Braga-Teophilo
  930. Rota Folha -Machado de Assis
  931. Eficiência Militar -Afonso Henriques de Lima Barreto
  932. Henriqueta Renan -Machado de Assis
  933. O Passado, passado -Machado de Assis
  934. A Ilha da Maré -Manuel Botelho de Oliveira
  935. Pobre Cardeal! -Machado de Assis
  936. Um Erradio -Machado de Assis
  937. O Poeta e a Inquisição -Visconde de Araguaia
  938. A descida para o Maesltrom Edgar Allan Poe-
  939. Leonor de Mendonça Antônio Gonçalves Dias-
  940. Um Homem Celebre -Machado de Assis
  941. Poemas Malditos -Alvarez Azevedo
  942. Iaiá Garcia -Machado de Assis
  943. Patkull Antônio Gonçalves Dias-
  944. Persuasão Jane Austen-
  945. Tudo está bem quando acaba bem Shakespeare, William
  946. Pobre Finoca -Machado de Assis
  947. Meia Hora de cinismo -Joaquim José da França Júnior
  948. As Aventuras de Tom Sawyer Mark Twain
  949. Medéia -Eurípedes
  950. Camos de Soria -Antonio Machado
  951. King Lear Shakespeare, William
  952. Varios Cuentos -Franz Kafka
  953. Pride and Prejudice Jane Austen-
  954. Poemas -Alphonsus de Guimarães
  955. Crônica do Viver Baiano seiscentista - Os Homens Bons -Gregório de Matos
  956. El Arte de Amar Publius Ovidius Naso-
  957. O Tipo Brasileiro -Joaquim José da França Júnior
  958. El Cuervo Edgar Allan Poe-
  959. Sermão da Glória de Maria, Mãe de Deus -Pe. Antônio Vieira
  960. Luís Soares -Machado de Assis
  961. Grimm Fairy Tales de -Irmãos Grimm
  962. História de Quinze Dias -Machado de Assis
  963. Os Noivos Azevedo, Artur
  964. Los Hermanos Karamazov Fyodor Dostoyevsky-
  965. História da Conjuração Mineira -Joaquim Norberto de Souza e Silva
  966. D. Jucunda -Machado de Assis
  967. Memórias e Cotidiano do Rio de Janeiro no Tempo do Rei: Trechos selecionados das Cartas de Luís Joaquim dos Santos Marrocos Joaquim, Luís dos Santos Marrocos
  968. Tao Te King Lao Tse-
  969. A María el Corazón -Pedro Calderón de la Barca
  970. O Movimento da Independência, Lima-Oliveira
  971. Maria Rosa Mística Excelencias, Poderes e Maravilha do Rosário Seu -Pe. Antônio Vieira
  972. Um Especialista -Afonso Henriques de Lima Barreto
  973. Filomena Borges -Aluísio de Azevedo
  974. O lugar de Camões na literatura: discurso proferido diante dos estudantes da Universidade Yale, em 14 de maio de 1908 Joaquim Nabuco,
  975. O Cabeleira Franklin Távora-
  976. O Elogio da Mentira e Outras Histórias -Lycio de Faria
  977. Relíquias da Casa Velha -Machado de Assis
  978. O Numero da Sepultura -Afonso Henriques de Lima Barreto
  979. Sentimental Salomão Rovedo-
  980. 1889 Constituição do Japão -Anônimo
  981. O Juiz de Paz da Roça -Luís Carlos Martins Pena
  982. O Coruja -Aluísio Azevedo
  983. João Fernandes -Machado de Assis
  984. Para muitos anos DEPOIS -Machado de Assis
  985. Ruy de Leão -Machado de Assis
  986. David Copperfield -Charles Dickens
  987. Naufragios -Alvar Núñez Cabeza de Vaca
  988. Sermão III - Maria, Rosa Mística -Pe. Antônio Vieira
  989. O BAILE DO Judeu Portuguese-de Souza
  990. Maria Rosa Mística -Pe. Antônio Vieira
  991. Oliver Twist -Charles Dickens
  992. Dois dos Qual -Machado de Assis
  993. As You Like It Shakespeare, William
  994. Pensamientos y Meditaciones Gibran Kalil Gibran-
  995. Poema dos Feitos de Mem de Sá -Pe. José de Anchieta
  996. Onze anos DEPOIS -Machado de Assis
  997. A Tale of Two Cities -Charles Dickens
  998. Os Bruzundangas -Afonso Henriques de Lima Barreto
  999. Auto da Feira Gil Vicente-
  1000. Conjugo vobis Azevedo, Artur

RECURSO DE APELAÇÃO

RECURSO DE APELAÇÃO   peça 9 Em 10 de janeiro de 2007, Eliete foi denunciada pelo Ministério Público pela prática do crime de furto qu...